Conservação e sustentabilidade do sistema produtivo: como realizar?

Publicado em: 19/06/2022
Compartilhe:

Veja aqui a primeira, segunda e terceira parte da Série conservação e sustentabilidade do sistema produtivo


Conservação e sustentabilidade

A conservação e a sustentabilidade do sistema produtivo estão intimamente relacionadas com o manejo agrícola em geral; principalmente, no que tange aos recursos naturais não renováveis. Isso porque a forma como o solo é manejado reflete em maior ou menor taxa de erosão, porque solos que são completamente cobertos, seja pela cultura ou pelos resíduos vegetais mantidos, são menos suscetíveis aos impactos da chuva, que é capaz de promover o carreamento de parte da camada mais superficial do solo. A desagregação das partículas e seu transporte vão sempre variar de acordo com o sistema de cultivo implantado, assim como com as formas de cultivo. Na agricultura, existem tipos de práticas que devem ser consideradas para proteção e conservação do solo e, consequentemente, para a sustentabilidade produtiva, que são as práticas conservacionistas.

Segundo Lepsch (2010), existem inúmeras práticas de conservar o solo, que podem ser separadas em três grandes grupos:

(1) caráter edáfico,

(2) caráter mecânico e 

(3) caráter vegetativo.


Caráter edáfico

As práticas de caráter edáfico são medidas que tem por objetivo manter ou melhorar a fertilidade do solo, mantendo a faixa de disponibilidade do nutriente no solo sempre adequada para a cultura. Essas práticas baseiam-se em manejos como eliminação/controle de queimadas, adubações periódicas (incluindo a neutralização do pH) e a rotação de culturas.


Caráter mecânico


Para visualizar o conteúdo completo, torne-se usuário PREMIUM

Autor(a)

Drª. Laís de Carvalho Vicente

FOTOS MAIS ACESSADAS:
VOCÊ PODE GOSTAR: