Indução de defesa em plantas: como o genótipo afeta a expressão da defesa induzida Publicado em:
Para assistir ao vídeo, clique aqui e torne-se Premium

Um dos fatores mais limitantes à ampla adoção da indução de defesa de plantas a patógenos, como ferramenta rotineira de controle de doenças, reside na elevada variabilidade de sua eficácia. Neste cenário, um dos principais fatores que afetam a performance dos indutores de defesa é o genótipo do hospedeiro.

De modo geral, a resistência induzida é mais duradoura em monocotiledôneas do que em dicotiledôneas. Além disso, dentro de uma dada espécie, tem sido reconhecido que o genótipo da planta afeta o nível de proteção promovido por determinado indutor.

Neste vídeo, o especialista no assunto, Dr. Daniel Debona, traz exemplos de como o genótipo da planta afeta a indução de defesa.

 

Gostou do vídeo e quer saber mais sobre indução de defesa em plantas? Clique no link abaixo e conheça o curso.
Indução de defesa de plantas a patógenos

 

Confira também!

Autor(es)