Produtos biológicos na agricultura Publicado em:

Controle biológico

Neste material você vai conhecer um pouco mais sobre:

  • Fatores bióticos
  • Controle biológico
  • Classificação dos produtos biológicos

Pragas e doenças na agricultura

A produção mundial de alimentos e a segurança alimentar mundial dependem direta e indiretamente do sucesso da agricultura. Diversos fatores abióticos e bióticos podem limitar o desenvolvimento das culturas, provocar danos nos cultivos e acarretar perdas de produtividade. Os fatores bióticos englobam pragas (insetos, ácaros, nematoides, plantas daninhas) e doenças provocadas por macro e microrganismos (nematoides, bactérias, fungos, vírus, príon).
Para evitar que ocorram perdas significativas de produtividade é necessário realizar o controle das pragas e doenças. O uso de pesticidas químicos foi o método predominantemente empregado pela agricultura moderna para realizar o controle de pragas e doenças nas lavouras. Contudo, além do controle químico, o controle biológico de pragas e doenças vêm sendo adotado pelos agricultores em todo o mundo.

O controle biológico


O controle biológico consiste em utilizar meios naturais, comumente organismos vivos e substâncias químicas naturais, para reduzir a população daqueles organismos que são considerados pragas e provocam doenças e danos nos cultivos agrícolas. O agente de controle biológico (micro ou macrorganismo) pode ser considerado um “aliado” do ser humano e um inimigo natural da praga (FONTES et a. 2020).

Produtos biológicos

Os produtos biológicos, também chamados de bioprodutos, são desenvolvidos a partir de ingredientes ativos naturais, podendo ser um organismo vivo (microrganismos, por exemplo) ou substâncias produzidas naturalmente pelos microrganismos, que podem ser extraídas e utilizadas no controle de pragas e doenças. Os produtos biológicos são geralmente considerados mais seguros e sustentáveis que os pesticidas químicos aplicados na agricultura.

Classificação dos produtos biológicos

Os produtos biológicos podem ser classificados conforme o ingrediente ativo ou ativo biológico presente na formulação do produto (Figura 1). Assim, os produtos biológicos podem ser compostos por agentes microbiológicos (bactérias, fungos e vírus), macrobiológicos (insetos, ácaros e nematoides), semioquímicos (feromônios e substâncias aleloquímicas) e bioquímicos (enzimas e hormônios) (CROPLIFE BRASIL, 2021).

Figura 1. Adaptado de CropLife Brasil.
Figura 1. Adaptado de CropLife Brasil.

Referências

CROPLIFE BRASIL. Classificação dos produtos biológicos. 2021. Disponível em: https://croplifebrasil.org/publicacoes/classificacao-dos-produtos-biologicos/. Acesso em: fev. 2021.
FONTES, E. M. G.; PIRES, C. S. S.; SUJII, E. R. Estratégias de uso e histórico. 2020. In: FONTES, E. M. G.; VALADARES-INGLIS, M. C. Controle biológico de pragas da agricultura. Brasília, DF: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, 2020.

Confira também!

Autor(es)