Fosfito, fosfato e fosfonato, quais as diferenças? Publicado em:

Fosfitos vs Fosfato

O Fosfito (Phi) é uma forma reduzida de fosfato (Pi) na qual um átomo de O é substituído por um hidrogênio (H) (Figura 1). Assim, no fosfato o P central está ligado diretamente a quatro oxigênios, enquanto no fosfito o P está ligado a três oxigênios e a um hidrogênio. Essa substituição afeta proeminentemente o comportamento deste composto em organismos vivos.


Os fosfitos são derivados do ácido fosforoso (H3PO3). A reação do ácido fosforoso com uma base dá origem aos sais de fosfito. Uma das bases mais utilizadas é o hidróxido de potássio. Porém, outras podem ser utilizadas também, como hidróxido de cobre, de zinco, manganês, dentre outras. Quanto mais base se coloca, menos ácido fica o fosfito, menos hidrogênios.

 

Atenção!

Nem toda formulação contendo fósforo é fosfito. Fosfito é oriundo do ácido fosforoso e não do ácido fosfórico.

Os fosfitos podem oxidar e produzir fosfato no solo, por meio da ação de microrganismos. Na planta essa conversão não ocorre. As plantas não possuem enzimas capazes de converter fosfito em fosfato. O fosfito é reconhecido como uma molécula estranha para a planta, assim, não se pode contar com o fósforo presente no fosfito como elemento nutritivo para a planta. As plantas não têm a capacidade de incorporá-lo no seu metabolismo. Por isso, esse composto é translocado por toda a planta na forma de fosfito, sem ser oxidado a fosfato, apresentando outras funções como indutor de resistência a fatores bióticos e abióticos e ação direta contra fitopatógenos.

Fosfonatos


Embora parecidos e com efeitos similares nas plantas, os fosfonatos ou ácidos fosfônicos são compostos diferentes dos fosfitos. Os fosfonatos também são PO3, porém, o P central está ligado a um carbono orgânico. Os fosfonatos possuem em sua estrutura os grupos químicos CH2-PO3 ou CH2-PO(OR)2. Os fosfonatos exibem:

  • Alta solubilidade em água;
  • Adsorção forte;
  • Capacidade de sequestrar (quelar) íons metálicos;
  • Resistência à corrosão ou oxidação;
  • Maior estabilidade sob condições adversas, como acidez ou temperaturas baixas / altas;
  • Compatibilidade com outros produtos químicos.

Além da maior estabilidade das moléculas de fosfonatos, diversos trabalhos evidenciam maior efeito direto e como indutor de resistência comparativamente ao efeito dos fosfitos. Além disso, a dose para as quais os efeitos são notados, são menores para fosfanatos, comparado aos fosfitos.

Como atestar se o produto é mesmo um fosfito ou fosfonato, e não um fosfato?

A diferenciação entre fosfitos e fosfanatos (PO3) de fosfatos (PO4) pode ser feita pela reação com íons vanadato, molibdato ou prata.

  • Fosfato: o precipitado da reação é de cor amarelada;
  • Fosfito/fosfonato: o precipitado da reação é cinza escuro.

 

Autor(es)