Controle biológico: reconhecendo o parasitismo Publicado em:

Os parasitoides

Neste material, você vai conhecer um pouco mais sobre como identificar o parasitismo a campo.


Depois de escolher uma estratégia de controle biológico e aplicá-la a campo, saber se a medida está funcionando ou não é muito importante. Mas como chegar a esta conclusão? Como podemos identificar se o parasitismo está funcionando?
Os parasitoides colocam seus ovos no interior, sobre ou próximo ao hospedeiro. Sua progênie alimenta-se do hospedeiro, causando-lhe a morte. Em geral, são menores ou do mesmo tamanho que o hospedeiro, e os adultos são de vida livre. Ex.: Trichogramma

A mudança de cor dos ovos das pragas, como podemos ver na ilustração a seguir (Figura 1), é um dos aspectos que podem ser observados para confirmar o parasitismo. No caso do Trichogramma, o escurecimento dos ovos é um sinal claro de que o parasitismo está ocorrendo de maneira eficiente, já que os ovos não parasitados são claros. 


Figura 1. Ciclo do Trichogramma. Fonte: Elevagro (2020).
Figura 1. Ciclo do Trichogramma. Fonte: Elevagro (2020).

Outro aspecto é a ação de forrageamento, que nada mais é do que a ação da fêmea de procurar os ovos do seu hospedeiro para realizar a ovoposição após a cópula com o macho. Ao ver esta cena a campo, na lavoura, podemos inferir que o parasitismo está funcionando. 

Mais pontos podem ser observados para identificarmos o sucesso do parasitismo: 

  • Mudança de textura.
  • Presença de mecônio (fezes do parasitoide).
  • Aberturas de saída.

 

Confira também!

Autor(es)