Podridão vermelha da raiz: Fusarium tucumaniae (Aoki)

Publicado em: 23/02/2022
Compartilhe:

A podridão vermelha da raiz é causada pelo patógeno Fusarium tucumaniae (Aoki) e é considerada uma doença de solo.

 

Danos

Em situações severas a colonização do patógeno no sistema radicular pode causar aborto de flores e legumes nos estádios R1/R2 até R3. Devido ao dano foliar (sintoma carijó) ocorre redução no peso de grãos. Em ataques severos a doença pode levar a planta à morte, reduzindo em até 80% a produtividade da cultura, dependendo da cultivar e do momento de infecção (FREITAS et al., 2004).

 

Sintomas

No colo da raiz principal surgem manchas avermelhadas (Figura 1).

Figura 1. Início dos sintomas avermelhados no colo da planta. 

 

A coloração das lesões é normalmente vermelho-arroxeada escuro (Figura 2).

Figura 2. Sintomas vermelho-arroxeados no colo da planta. 

 

Sob condições de alta umidade, forma-se um anel vermelho na base da haste, onde ocorre a formação de uma massa azulada de conídios do fungo. As raízes secundárias degradam-se rapidamente, restando apenas a raiz principal com os feixes vasculares avermelhados (Figura 3). 

Figura 3. Degradação e multiplicação do patógeno nos feixes vasculares. 

 

As folhas apresentam o sintoma carijó (Figura 4) e as plantas não morrem tipicamente em reboleiras, embora sob ataque severo extensas áreas da lavoura passam a apresentar plantas mortas pelo patógeno. 

Figura 4. Sintoma carijó


Autor(a)

Dr. Nedio Tormen

MATERIAIS MAIS ACESSADOS:
VOCÊ PODE GOSTAR: