O controle biológico na agricultura mundial

Publicado em: 16/02/2022
Compartilhe:

Conheça as projeções para o mercado mundial de biológicos.

Neste material você vai conhecer um pouco mais sobre:

  • Crescimento do controle biológico no mundo.
  • Controle biológico no Brasil.
  • Perspectivas futuras para o controle biológico.

Diversos fatores afetam o desempenho das lavouras e podem reduzir a produtividade das culturas agrícolas. As doenças provocadas por microrganismos (fungos, bactérias, protozoários e vírus) e os danos provocados por pragas agrícolas (insetos, ácaros, nematoides, plantas daninhas etc.) estão entre os principais fatores que colocam em risco a produção agrícola mundial. Por isso, o controle de pragas e doenças é uma ação necessária para que a agricultura continue produzindo alimentos para o mundo.

Nos últimos anos o controle biológico de pragas e doenças de plantas tem gerado interesse crescente no cenário agrícola mundial, principalmente devido ao fato de que a adoção de produtos biológicos está aliada à redução nos impactos ambientais provocados pela agricultura. Além disso, os organismos e seus metabólitos utilizados no controle biológico representam recursos naturais que podem ser cultivados, extraídos e manipulados com segurança e com baixo impacto ambiental. Assim, o controle biológico representa uma prática sustentável, segura e eficaz no controle de pragas e doenças.


Atualmente, o Brasil está na liderança no uso do controle biológico em lavouras. São mais de 23 milhões de hectares no território nacional que utilizam bioprodutos no manejo e controle de pragas e doenças (Lobato et al., 2019). E não é somente a agricultura orgânica ou os pequenos produtores que utilizam o controle biológico. O uso de controle biológico também ocorre em larga escala, como é o caso de diversas grandes culturas (como cana-de-açúcar, soja, milho etc.) nas quais os microrganismos são aplicados nos tratamentos de sementes (soja e milho), em sulco de plantio ou através de pulverizações.

O mercado de bioprodutos no Brasil representou mais de R$ 260 milhões em 2017 e movimentou mais de R$ 460 milhões em 2018. No mundo, as projeções indicavam que o mercado de bioprodutos movimentaria aproximadamente US$ 5.0 bilhões em 2020, com previsão de alcançar US$ 11.0 bilhões para o ano de 2025 (MAPA 2019). Isso significa que a previsão de crescimento do mercado mundial de biológicos é de aproximadamente 25% por ano para os próximos 5 anos (Figura 01).

Figura 1. Mercado mundial de biológicos. Fonte: elaborado pelos autores (2021).
Figura 1. Mercado mundial de biológicos. Fonte: elaborado pelos autores (2021).

A perspectiva para os próximos anos é de contínuo crescimento do uso do controle biológico na agricultura, principalmente pelo aumento na eficiência dos biodefensivos (devido às formulações e tecnologias de aplicação mais eficientes) e devido à própria sociedade que demanda uma produção de alimentos mais sustentável. Ainda, o aumento do uso do controle biológico não está restrito às áreas de lavouras com grandes culturas. O uso do controle biológico também tenderá a crescer em áreas de pastagem, florestas comerciais, pomares, floriculturas e cultivo de hortaliças em ambientes abertos e protegidos. 

Referências

LOBATO, B.; CALDAS, J.; MIURA, J. Brasil é líder mundial em tecnologias de controle biológico. Embrapa, 2019. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/46366490/brasil-e-lider-mundial-em-tecnologias-de-controle-biologico. Acesso em: 22 abr. 2021.
MERCADO de biodefensivos cresce mais de 70% no Brasil em um ano. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 2019. Disponível em: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/noticias/feffmercado-de-biodefensivos-cresce-em-mais-de-50-no-brasil. Acesso em: 22 abr. 2021. 


Autor(a)

Me. Rodrigo Ferraz Ramos

Eng. Agr. Izabelle Scheffer Romagna
MATERIAIS MAIS ACESSADOS:
VOCÊ PODE GOSTAR: