Distribuição e evolução dos sintomas de fitotoxidade nas plantas

Publicado em: 31/01/2017
Compartilhe:

Neste material você vai encontrar principais características para diferenciar o sintoma de fitotoxidade do sintoma de doença causado por patógenos como:

- Definição de fitotoxidade;
- Sintomas: Fitotoxidade x Doença.


Definição de fitotoxidade

A fitotoxidade é a capacidade dos agrotóxicos causarem danos temporários ou permanentes aos órgãos vegetativos e reprodutivos, redução ou inibição da germinação de sementes e/ou indução de respostas fisiológicas e bioquímicas em espécies de plantas sensíveis. A língua inglesa trata o termo como Phytotoxicity, que é traduzido literalmente para Fitotoxicidade. No entanto, a palavra em português, que significa a ação tóxica na planta, recebe o nome de Fitotoxidade [Fito+toxidez].

Deve-se ter cuidado para não confundir a fitotoxidade com as seguintes doenças:

Figura 1 - Fusarium solani em soja.
Figura 2 - Macrophomina phaseolina em soja.

Sintomas: Fitotoxidade x Doença


Os sintomas de fitotoxidades podem aparecer mais severamente nas partes mais expostas ao produto químico. Diferentemente da maioria das doenças, que tem seu início no dossel inferior das plantas. As fitotoxidades de agroquímicos concentram-se mais no topo e justifica-se pela maior deposição de gotas e, consequentemente, maior concentração dos ativos expostos à planta.

Sintomas de fitotoxidades não evoluem nos tecidos e não existe contaminação. É comum de observar em situações de campo que, após a ocorrência de fitotoxidade por uma aplicação, as plantas continuam crescendo e os novos tecidos não irão apresentar tais sintomas. Dessa forma, a camada de folhas danificadas ficam abaixo e podem ser facilmente identificadas na planta.

Os sintomas de doenças causada por organismos evoluem, tanto na planta como na área. Tipicamente começam com pequenas áreas de tecido lesionado e irão progredir, podendo passar de uma planta para a outra. No esquema abaixo, podemos ver claramente a evolução do sintoma de doença na planta (Figura 3) e o sintoma de fitotoxicidade (Figura 4):

 

Figura 3 – Evolução do sintoma de doença na planta
Figura 4 – Sintoma de fitotoxicidade no tecido da planta


Autor(a)

Dr. Marcelo Gripa Madalosso

MATERIAIS MAIS ACESSADOS:
VOCÊ PODE GOSTAR: