Atuação de reguladores vegetais em plantas sob condições de déficit hídrico

Publicado em: 29/10/2022
Compartilhe:

Plantas que passam por algum tipo de estresse ambiental, principalmente o déficit hídrico, tendem a apresentar alto teor de putrescina. A presença desse composto em condições de estresse hídrico faz com que as plantas tolerem e regulem mais facilmente a perda de água devido à necessidade de proteger a célula contra danos irreversíveis como a senescência e, também, estocar componentes que poderão ser utilizados posteriormente.

Estudos realizados em diferentes culturas comprovam que a atuação de putrescina, bem como alguns outros reguladores, atua de maneira benéfica no controle de estresse. É possível dizer, de acordo com dados obtidos em trabalhos realizados com esse regulador, que a atividade fisiológica das plantas melhora significativamente após a utilização do mesmo. A putrescina tem a capacidade de aumentar a atividade fotossintética, aumentar as trocas gasosas das plantas e diminuir a taxa de transpiração para evitar a perda de água (Tabela 1).

Além disso, a putrescina também é capaz de...

Para visualizar o conteúdo completo, torne-se usuário PREMIUM

Autor(a)

Me. Thais Torres

FOTOS MAIS ACESSADAS:
VOCÊ PODE GOSTAR: