pH: cuidados na aplicação de bioinsumos Publicado em:
Para assistir ao vídeo, clique aqui e torne-se Premium

Os ativos biológicos são divididos em micro (fungos, vírus, bactérias) e macrorganismos (artrópodes), sendo os microrganismos aplicáveis aos sistemas de pulverização utilizados para os químicos, ou seja, é possível realizar pulverização biológica eficiente com as tecnologias já existentes. Entretanto, em função dos sistemas atuais não serem projetados para caldas biológicas, é necessário ter atenção a alguns pontos.
Os fatores que interferem na qualidade da calda biológica podem ser bióticos (derivados de interações entre seres vivos) e abióticos (oriundos de fatores físicos). Dentre os fatores abióticos, está o pH da calda. 
Neste vídeo, a Dr.ª Gabriela Vieira Silva aborda a importância do pH correto da calda para a aplicação de bioinsumos, já que este fator pode interferir em diversos organismos.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre a aplicação de bioinsumos?
conheça mais detalhes do curso do qual este vídeo faz parte.
conheça o curso

Confira também!

Autor(es)