O atraso da ferrugem na safra 2017/18 pode induzir a erros Publicado em:
Para assistir ao vídeo, clique aqui e torne-se Premium

Nesta palestra a Dr.ª Mônica Debortoli explica o que aconteceu na safra 2016/17 e compara com as anteriores, em relação aos fatores que afetaram a ocorrência de ferrugem na soja

O fungo é um parasita obrigatório (biotrófico) e sua perpetuação depende da presença de hospedeiros suscetíveis e condições climáticas favoráveis. Chuvas leves e frequentes, associadas à vento, são as condições adequadas para disseminação dos uredósporos. A germinação e penetração do fungo requerem períodos de molhamento foliar constante entre 6 a 10 horas, associado a temperaturas entre 17 a 28 ºC. Geralmente, nessas condições, as urédias aparecem 7 a 10 dias após a infecção do tecido, dependendo da cultivar utilizada.

 

 

Confira também:

Autor(es)