O pousio e suas consequências no manejo de plantas daninhas
O pousio e suas consequências no manejo de plantas daninhas Publicado em:
Para ver esta foto em uma resolução melhor, clique aqui e torne-se Premium

No atual cenário em que vivemos, com o aumento na frequência de plantas daninhas tolerantes e resistentes, deixar a área em pousio é a pior escolha de manejo. Esta técnica permite que as plantas daninhas germinem, se estabeleçam e produzam sementes, dificultando o manejo pré e pós-semeadura da cultura sucessora, o que ocasiona um aumento no custo de herbicidas, além de exercer uma maior pressão de seleção. Nestas situações, dificilmente vamos conseguir um manejo eficiente em um único cultivo, ou seja, será necessário a construção de um manejo eficiente de plantas daninhas por meio da adoção das boas práticas agrícolas nas safras sucessivas, visando a reduzir o número e a viabilidade do banco de sementes e a evitar a produção de novos propágulos de multiplicação (sementes, rizomas etc.).

Confira também!

Autor(es)