Panorama atual da nogueira pecan

Publicado em: 16/02/2022
Compartilhe:

Cultivo mundial de nogueira-pecan

Para quem tem interesse em investir ou em produzir nozes, é fundamental conhecer como o mercado dessa cultura está organizado no Brasil e no mundo.

O cultivo da nogueira-pecan ocorre em diversos países, sendo o México o principal produtor, seguido dos EUA. Tradicionalmente, o cultivo desta cultura se deu nestes dois países, pois a espécie é nativa desses ambientes, havendo vários bosques com plantas nativas, chamadas de “crioulas”.

 

A nogueira-pecan no Brasil

A história da nogueira-pecan no Brasil iniciou com os imigrantes norte-americanos (confederados que participaram da Guerra da Secessão), que ao receberem ou comprarem terras em nosso país, entre os anos de 1865 e 1875, iniciaram o cultivo do algodão, do pessegueiro, da melancia e da nogueira-pecan.

Atualmente, a nogueira-pecan é cultivada em vários estados brasileiros, principalmente no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná, estando a cadeia produtiva da pecanicultura em constante crescimento no nosso país. 

Vamos conhecer um pouco sobre o desenvolvimento e o cenário atual da cultura no Brasil?


 

Ano de 2021 promete alta produção de noz-pecan no Rio Grande do Sul

A colheita da noz-pecan segue na região de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Segundo dados divulgados pela Emater/RS-Ascar, a expectativa para a produção é alta, e espera-se a colheita de 3,5 toneladas de nozes por hectare, o que é uma ótima produtividade. 
Os altos números esperados justificam-se pelo clima, pois o tempo seco auxilia na colheita, permitindo a obtenção de nozes de excelente qualidade, com baixas perdas de colheita. 

Artigo publicado originalmente pela Revista Cultivar, de autoria de Taline Schneider/Emater/RS-Ascar. 

 


Autor(a)

Grupo Cultivar

MATERIAIS MAIS ACESSADOS:
VOCÊ PODE GOSTAR: