Novo fungicida para ferrugem asiática da soja registrado pelo MAPA

Publicado em: 10/02/2022
Compartilhe:

Por meio do Ato n° 06 do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária, do dia 2 de fevereiro de 2022 no Diário Oficial da União, temos oficializados o registro de 25 defensivos agrícolas formulados. Assim, os agricultores têm à sua disposição no mercado mais 25 produtos para uso na agricultura. Dos registrados, 5 são de baixo impacto ou de base biológica e 1 é um ingrediente ativo novo.

Impirfluxam é o ingrediente ativo do novo produto registrado, que é um fungicida que foi aprovado no Brasil há pouco tempo e que é recomendado para o controle da ferrugem asiática em soja (Figura 1).

Figura 1. Desfolha de plantas pela ferrugem asiática - Phakopsora pachyrhizi, doença importante para a cultura da soja. Foto: Marcelo Gripa Madalosso, disponível em Elevagro.
Figura 1. Desfolha de plantas pela ferrugem asiática - Phakopsora pachyrhizi, doença importante para a cultura da soja. Foto: Marcelo Gripa Madalosso, disponível em Elevagro. 

Além do novo produto, outros dois herbicidas com o ingrediente ativo Dibrometo de Diquate receberam registro. Este é um tipo de herbicida que está sendo conhecido popularmente por ocupar o lugar do Paraquat.

Dos 5 produtos registrados de baixo impacto ou de base biológica, 4 foram aprovados também para uso na agricultura orgânica: 

  • Chrysoperla externa, para o controle de mosca-branca e pulgões;
  • Telenomus podisi, parasitoide de ovos do percevejo-marrom da soja;
  • Orius insidiosus, predador do tripes - Frankliniella schultzei;
  • Azadirachta indica (óleo de nim), para o controle de oídio e para a mosca-branca.

O quinto produto de baixo impacto é a associação de Bacillus velezensis com Bacillus subtilis, visando o controle do patógeno Sclerotinia sclerotiorum, causador do mofo-branco.

Figura 2. Mofo branco (Sclerotinia sclerotiorum) em soja. Foto: Juliano Ubel, disponível em Elevagro.
Figura 2. Mofo branco (Sclerotinia sclerotiorum) em soja. Foto: Juliano Ubel, disponível em Elevagro.

Os produtos usam ingredientes ativos que já foram registrados no Brasil, exceto os cinco de baixo impacto. Essa maior diversidade de produtos é relevante para aumentar a concorrência e reduzir a concentração de mercado, o que pode resultar na redução dos preços dos produtos, contribuindo para baratear o custo de produção para os produtores rurais.

É importante ressaltar que todos os produtos registrados foram analisados e aprovados pelos órgãos competentes na área da saúde, meio ambiente e agricultura, seguindo os critérios científicos e de acordo com as melhores práticas internacionais.

Fonte das informações Gov.BR.
Leia este artigo também no portal Dia Rural: https://diarural.com.br/soja-tem-novo-fungicida-para-controle-da-ferrugem-asiatica-registrado-pelo-mapa/

Autor(a)

Caroline Maria Rabuscke

MATERIAIS MAIS ACESSADOS:
VOCÊ PODE GOSTAR: